quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Ninho de Minhoca

Hoje demos continuidade ao nosso trabalho de treinamento corpóreo para ator-bailarino, estamos conseguindo agregar não apenas pessoas, mas também conhecimentos.
De um exercício de conscientização corporal através do improviso surgiu uma semente de uma possível cena de clown estruturada pela criação de partitura corporal. Considero muito importante essa série de experimentos aplicados por Mary Vaz, porque esta é uma forma de conscilar a informação teórica com a sensação prática dos exercícios e, finalmente, conseguir transferir para os processos artísticos mais específicos o que foi experienciado.
Fomos divididos em duas duplas para construção de partitura em conjunto, de uma dupla nasceu o que podemos denominar como o despertar de clowns, da outra uma composição assemelhando-se a um ninho de minhoca (no final das contas todos somos um pouco minhoca mesmo).
Essas duas partituras podem futuramente compor algo muito maior, um espetáculo até.
A princípio ficou definido para a próxima Quarta-feira o experimento de A FILA, na Rua do Comércio, defronte as Lojas Emmanuele, vamos formar uma fila no nada, esperando por coisa aguma, concentração no CENARTE às 9H.
Compareçam, chamem amigos, conhecidos, vamos para rua, nem que seja só para esperar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

2014 - um ano de muita pesquisa

Então, desde o final de 2014 o tempo tem sido cada vez mais escasso apenas pelo fator MESTRADO, tão raro que, ao vir atualizar o blog me de...