sexta-feira, 22 de abril de 2011

Invisível CARAVANA de Teatro: 1ª parada MAR VERMELHO

Durante a apresentação
Contemplado com o Prêmio de Incentivo à Produção e Circulação de Projetos em Artes Cênicas em Alagoas 2010 o espetáculo A COR DA CHUVA começou sua circulação pelo interior de Alagoas no município de MAR VERMELHO no dia 12 de Abril, recebendo a segunda apresentação oficial deste espetáculo.

Contando com o apoio local da Secretaria Municipal de Cultura, realizamos nossa apresentação no Teatro Municipal de Mar Vermelho, que mesmo sendo um dia de semana, contamos com um público estimado de 150 pessoas, entre alunos da rede pública de ensino e o público em geral. Além de casa cheia o saldo positivo de nossa apresentação foi a receptividade do público que se mostrou muito disponível para o diálogo, não apenas sobre o espetáculo apresentado, mas pela curiosidade do próprio ofício do teatro. 

Durante o debate
Projetos de circulação viabilizam não apenas a acessibilidade à obras teatrais em cidades com pouca atividade artística externa, mas faz com que se gera a curiosidade e fomento das atividades artísticas de um modo geral. Outro aspecto importante a ser considerado é o desafio proposto pela geografia diferenciada de cada espaço cênico, pois como A COR DA CHUVA já está configurado para espaços alternativos a possibilidade de adaptação faz parte do nosso exercício cênico, que se "impõe" para o elenco na capacidade de resignificação do espaço cênico e na equipe técnica no dinamismo para soluções que não haviam sido problematizadas anteriormente.

Particularmente em Mar Vermelho percebemos essa preocupação tanto por parte da prefeitura como dos professores que visam o fomento de discussão em sala de aula daquilo que foi apresentado e bem recebido pelo público. Só temos o que agradecer pelo apoio logístico à Secretária de Cultura Roberta Aureliano e sua equipe de trabalho.

Acho que o vídeo abaixo exprime melhor nossa alegria por essa apresentação em Mar Vermelho.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

2014 - um ano de muita pesquisa

Então, desde o final de 2014 o tempo tem sido cada vez mais escasso apenas pelo fator MESTRADO, tão raro que, ao vir atualizar o blog me de...